19 novembro 2006

Amadeo *

Há descobertas que marcam: um toque que provoca um arrepio, um cheiro que nos leva a tempos felizes, um som que perdura durante o sono, imagens e cores que ficam na retina...


Pintura (Brut 300 TSF) - Amadeo de Souza Cardoso, 1913

* título do livro de Mário Cláudio (2003)

5 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Quem disse que a arte não pode ser confusa, ou a "confusão" arte?

farol disse...

... e o beijo?
... e o cheiro?
Também nos toca... e muito!

Ana disse...

É verdade Rafeiro, é o que costumo chamar de bela confusão;)

Então farol?! O beijo está lá: afinal de contas é um dos melhores toques que pode existir:)

farol disse...

Sem duvida!
O beijo é algo tão intimista, belo, sensual e delirante!
Uma prova de cumplicidade...

Tentini disse...

Gosto mais do arrepio...