04 setembro 2008




Gosto do brilho das estrelas, por isso negoceias com o sol o seu esmaecer.



Vens com o teu cheiro e as tuas mãos cheias de magia e, de cada vez que no negro um brilho irrompe, iluminas um pedaço em mim.



E depois outro... e outro... e...

9 comentários:

~pi disse...

step by stepppppppppp :)

Ana disse...

é essa a ideia;)*

Ti disse...

outro...*

Hugo A. disse...

Uhm... e protecção????
Factor 40+ ?? para proteger do excesso de exposição à luz??

Ana disse...

ti, :)*

hugo, esta não queima;) não dessa forma.
e, por vezes, queimar um pouco também não é assim tão doloroso :)*

Claudia Sousa Dias disse...

...e depois transformas-te na própri luz.

Ana disse...

parece-me um belo fim Claudia:)

Rui disse...

uma pequenina constelação de palavras... um bonito mini-conto! :-)
inspirada, hein? ;-)

Ana disse...

:)*