16 novembro 2008

Encaixe perfeito

Photobucket
Fátima Condenço

Your kiss finds me out
Nothing left to hide
Plunging the depths of me
And when our bodies join
It's like two galaxies collide
What greater love could there be

So talk to me of love and all you fear
I wanna give you everything
'Cause heaven brought us here
To love with all we are

All we are - Lou Rhodes


Regressar a ti... sentir-me plena.

Sorrir ao ler um livro e reconhecer-nos em passagens que me fazem corar. Saber, apenas e só que sim, que me completas e não consigo questionar nada disso (porque não há margem para dúvidas e o risco é ínfimo).

Acreditar, só isso (como se fosse pouco)... em ti, na densidade do sentimento que o espaço entre os nossos corpos comporta, no surgimento do nós quando esse espaço é ultrapassado.

Viver, nunca em função de ti, mas com a vontade profunda de te dar pedaços de felicidade, de partilhar momentos de tarefas distintas mas complementares.

Porque no fim (e no princípio) é isso que somos:
um encaixe assustadoramente perfeito
.



7 comentários:

ownerofalonelyheart disse...

Sentimento deliciosamente familiar! :)

nils disse...

Também no meu blogue se volta a falar de amor. Com muita pena minha não consegui utilizar a ferramenta que me concedeu. Mas não deixo de lhe agradecer a intenção.

teresa disse...

continuo no meu.... uiiiiiiiiiiiiii
ai como isto está!!!!
gostei de te ouvir:)
beijinho

Ti disse...

Olha, nem sei que te diga... este post é... extraordinário :)

Ana disse...

ownerofalonelyheart: :D*

nils: pois é pena, tb deixei de conseguir utilizar... que bom falar de amor não é?! :)

teresa: eheh :)*

ti: obrigada amiga:) saudades*

Queen Frog disse...

ai!!!!!!!!!!


beijinhos.saudades :)

Ana disse...

:)*