12 abril 2008

"Olá disseste. E a terra começou a tremer."



(Cheira intensamente a maçãs na antiga sala de bilhar. Estão espalhadas por todo o lado: no chão, no pano verde, dentro dos cestos e canastras. Ia dizer: dentro de ti.





Porque é também o teu cheiro: não só a madressilva e às ervas das areias, mas a maçã camoesa,
reineta,
bravo de esmolfe.
Aqui brincámos, quando pequenos, aos cavalinhos e às casinhas. Mais tarde a outros jogos. Alguns, por certo, chamar-lhe-iam eróticos. Eu digo castos. Jogos castos, ainda que perigosos.
Despe-te, pedes, um certo fim de tarde, era Julho, tenho a certeza que era Julho pela tonalidade de luz e sombra que a essa hora se coalhava num dos cantos da sala de bilhar. Não há pudor entre nós. Obedeço. Ficas a olhar para mim.

(...)
- Quero ir contigo
- Diz outra vez
- Quero ir contigo
- Não, a palavra, diz só a palavra que não se diz, diz a palavra de que eu gosto
Mas eu não digo.
(...)
-Quero ir contigo, insisto.

Mas tu já estás a divagar. Começas a dançar, fazendo gestos largos, como se agitasses invisíveis véus.

Assim te despes, devagar, dançando sempre. É a primeira vez que te vejo nua, completamente nua, posso mesmo dizer que estás nua por fora e por dentro, não é só o teu corpo que me mostras, é algo mais, alguns diriam alma, eu não sei como dizer, sei que estás dentro e és tu, a tua nudez é uma nudez espiritual.

-Dá-me um beijo na boca, dizes.

Eu beijo-te. Sabes a maçã, a Julho, talvez a Deus. Por mais estranho que pareça, apetece-me rezar.

-Agora beija-me aqui – e apontas o teu sexo.

Eu assim faço.

Sem pudor, sem pecado, sem remorso.

Estamos nus na sala de bilhar, é Julho, posso jurar que é Julho, dizemos palavras proibidas que pelo modo como as dizemos são santas e sagradas, os nossos gestos são castos, talvez perigosos, mas castos, ou, pelo menos, inocentes. Estamos nus, é Julho. E o espírito de Deus, se Deus existe, paira de certeza sobre nós.)


in A Terceira Rosa - Manuel Alegre
(fotos de cima para baixo: Tentação - Amanda Com; [Not about]Love - Graça Loureiro)

11 comentários:

Vanessa disse...

:)

há sabores que não se esquecem.

beijinho*

Happy and Bleeding disse...

morda-se...

Rui disse...

a insustentável tentação de amar...

e no canto superior direito, não falta nada? ;-) eheh

Queen Frog disse...

frutocorpodesejoencontro

:)**

Miguel Barroso disse...

versus...ez3kiel

B. disse...

:)

Ana disse...

vanessa: sabores, cheiros, toques...*

happy: ... e saboreie-se...*

rui: não leio nada que precise de bolinha vermelha;)*

queen: que palavras tão bem fundidas!

Ana disse...

miguel e b.: :)

Rui disse...

e quem falou em "bolinha vermelha"? ;-) eheh

Ticha disse...

Breathtaking...

Ana disse...

;)*